Com pouco mais de 200 mortes diárias, pandemia volta aos patamares de abril de 2020. Resultado é atribuído aos mais de 60% de brasileiros vacinados em todo o país. Norte e Nordeste são os estados com mais aceleração de mortes.

por Cezar Xavier

O Brasil registrou nesta segunda-feira (22) 123 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 612.782 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 208. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -14% e aponta tendência de estabilidade.

Gráfico mostra que patamar de mortes voltou aos padrões das primeiras semanas da pandemia em abril de 2020.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, 22.019.870 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 2.594 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 8.655 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -22% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica queda nos diagnósticos.

Gráfico mostra que patamar de casos voltou aos padrões das primeiras semanas de maio de 2020.

Os números estão no novo levantamento do Ministério da Saúde, com médias móveis calculadas pelo consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta segunda. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Quatro estados não tiveram registro de mortes nas últimas 24 horas: AC, MS, RR e SE.

Já o estado do Mato Grosso não divulgou atualização de casos e mortes; segundo a secretaria estadual, uma mudança na base de dados do sistema não permitiu a o fechamento do balanço do dia.

Os estados com aceleração de mortes são 9 mais o DF, com maioria no Norte e Nordeste (RO, PA, SE, CE, RN, SC, AM, DF, BA, PI). Em queda estão sete estados, a maioria do Sul e Sudeste (RS, ES, RR, RJ, GO, MG, PR). Os demais 9 estados, maioria do Norte e Nordeste estão estabilizados, assim como SP e MS.

Vacinação: 60,80%

Quase 61% da população brasileira está totalmente imunizada contra a Covid ao completar o esquema vacinal. Os dados do consórcio de veículos de imprensa apontam que 129.703.343 pessoas tomaram a segunda dose ou dose única de vacinas, número que representa 60,80% da população.

158.049.247 pessoas, o que representa 74,09% da população, tomaram ao menos a primeira dose de vacinas. A dose de reforço foi aplicada em 14.315.930 pessoas (6,71% da população).

Somando a primeira dose, a segunda, a única e a de reforço, são 302.068.520 doses aplicadas desde o começo da vacinação.

VERMELHO

https://vermelho.org.br/2021/11/23/media-de-mortes-diarias-volta-ao-patamar-das-1as-semanas-da-pandemia/