12 ANOS DE ESPERA

Uma ação com mais de 12 anos foi finalizada com uma conciliação no Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSCs) de Natal, no Rio Grande do Norte, no valor de R$ 2,5 milhões. O trabalhador prestava serviço em um condomínio quando foi vítima de acidente de trabalho. Ele sofreu traumatismo craniano e perdeu a visão em um dos olhos.

No edifício moram 111 famílias, a maioria de baixa renda que, diante da quantia, não tinha condições de pagamento. Do outro lado, estava o trabalhador com sequelas do acidente e que aguardava há cerca de 12 anos uma solução.

Após quase seis meses de negociação, sob a mediação da juíza coordenadora do Cejusc, Simone Jalil, as partes chegaram a um consenso, com o pagamento à parte autora.

No ato de celebração do acordo, o juiz Alexandre Erico Alves da Silva, titular da 7ª Vara do Trabalho de Natal, de onde o processo se origina, falou aos presentes sobre a importância da conciliação como solução para os conflitos promovendo a pacificação social.

Os advogados de ambas as partes declararam que ali se resolvia não apenas um processo, mas uma questão social. Uma condômina presente ressaltou que “saía dali com outra visão da Justiça; que não imaginava algo tão próximo e de tanta atenção ao cidadão.”

“Esse é o objetivo da conciliação”, destacou a juíza Simone Jalil. “Não se trata de jogo de valores, mas de resolver conflitos e dirimir questões. Hoje tivemos uma solução encontrada pelas partes após longas conversas. Ambas as partes saíram daqui felizes e se cumprimentando”. Com informações da assessoria de imprensa do TRT-12.

Processo 0069200-49.2012.5.21.0007

CONJUR

https://www.conjur.com.br/2024-jan-10/vitima-de-acidente-de-trabalho-consegue-acordo-de-r-25-milhoes-apos-12-anos/