Resultado indica que a meta estipulada para inflação no ano, de 3,25%, pode ser alcançada, já que o percentual de tolerância permite uma variação de 1,75% a 4,75%

por Lucas Toth

O Boletim Focus reduziu, nesta segunda-feira (30), as projeções para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) em 2023 pela terceira semana consecutiva.

De acordo com os dados divulgados pelo Banco Central (BC), a medida oficial de inflação do país deve terminar o ano em 4,63%, ante 4,65% projetados na última semana. Há quatro semanas, os economistas consultados pelo BC apostavam que inflação encerraria o ano em 4,86%.

As estimativas do Boletim Focus do Banco Central são publicadas toda segunda-feira e apresentam as expectativas dos economistas para os principais indicadores econômicos do país.

A projeção para o ano que vem, no entanto, ficou maior, fazendo o caminho inverso da semana passada. A estimativa para o IPCA de 2024 saiu de 3,87% para 3,90%. As estimativas para o período são importantes na hora do Comitê de Política Monetária (Copom), do BC, definir as decisões de juros da taxa Selic.

Os dados indica que, pela primeira vez desde 2020, pode ser cumprida a meta estipulada para a inflação, que em 2023 é de 3,25% — com 1,5 ponto percentual de tolerância. Ou seja, pode variar de 1,75% a 4,75%.

O Copom define a taxa Selic na próxima quarta (1) quando os membros do comitê farão a sétima reunião de 2023. A expectativa é que o órgão reduza a taxa dos atuais 12,75% ao ano para 12,25% ao ano, segundo o boletim Focus.

Este deverá ser o terceiro corte desde agosto, quando a autoridade monetária interrompeu o ciclo de aperto monetário. Após sucessivas quedas no fim do primeiro semestre, a inflação voltou a subir na segunda metade do ano, mas essa alta era esperada por economistas.

Os membros do Copom já previam cortes de 0,5 ponto percentual nas reuniões do segundo semestre. Na ata do último encontro, em setembro, o órgão manteve a avaliação que esse é o ritmo adequado para manter a política monetária contracionista (juros que desestimulam a economia) necessária para controlar a inflação.

A expectativa do mercado financeiro é que a Selic encerre 2023 em 11,75% ao ano.

VERMELHO

https://vermelho.org.br/2023/10/30/boletim-focus-volta-a-prever-inflacao-menor-para-2023/