Beneficiários que recebem acima do salário mínimo têm pensões ou aposentadores reajustadas pelo INPC, que ficou em 3,71% em 2023 – a menor variação desde 2018. Teto pode chegar a R$ 7.786.

Por Lais Carregosa, g1 — Brasília

O teto para pensionistas e aposentados do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) pode chegar a R$ 7.786 em 2024, contra R$ 7.507 em 2023.

Os valores são reajustados anualmente pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que acumulou alta de 3,71% de janeiro a dezembro de 2023, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (11).

Essa é a menor variação desde 2018 para o INPC e, portanto, será o menor reajuste para os benefícios acima do mínimo desde 2019 – os reajustes são com base no INPC do ano anterior.

O reajuste será aplicado a partir de 1º de fevereiro. Mas, para quem começou a receber o benefício em 2023, o valor será proporcional ao INPC acumulado no período.

Atualmente, a Previdência atende a 39 milhões de beneficiários, dos quais 26 milhões recebem o salário mínimo, que será de R$ 1.412 em 2024.

O novo valor do salário mínimo entrou em vigor em 1º de janeiro. Ou seja, quem recebe benefícios vinculados a esse valor, como o seguro-desemprego e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), já recebe o total reajustado no início de fevereiro.

Calendário de pagamentos de benefícios do INSS em 2024 — Foto: Reprodução/INSS

Calendário de pagamentos de benefícios do INSS em 2024 — Foto: Reprodução/INSS

O calendário de pagamento a aposentados e pensionistas do INSS foi divulgado pelo instituto ainda no final de dezembro. O pagamento é feito de acordo com o último número do cartão do benefício, sem contar com o dígito verificador depois do traço.

Para quem recebe até um salário mínimo, o pagamento de janeiro, já reajustado, será feito entre os dias 25 de janeiro e 7 de fevereiro, de acordo com o número final.

Já quem recebe acima do piso nacional terá o pagamento de janeiro disponibilizado em 1º de fevereiro.

Como consultar os valores

  • Central 135 – quem não tem acesso à internet pode ligar para 135, informar o número de CPF e confirmar algumas informações cadastrais. O atendimento é feito de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h
  • Site Meu INSS – basta acessar o endereçohttps://meu.inss.gov.br/, fazer login e clicar no serviço “Extrato de Pagamento”
  • Aplicativo Meu INSS – para ter acesso, é preciso baixar o aplicativo, disponível para Android e IOS, e fazer login

G1

https://g1.globo.com/economia/noticia/2024/01/11/com-inflacao-mais-baixa-teto-para-aposentadorias-do-inss-tera-menor-reajuste-desde-2019.ghtml