"Não dá para usar um projeto, uma PEC, pelo menos na Câmara, para burlar o teto de gastos", afirmou o presidente da Câmara